Quando disseste: Buscai o meu rosto o meu coração te disse a ti: O teu rosto, Senhor, buscarei. Salmo 27.8
Leitura diária na versão Revisada - Português


Jó 15
Jó 16
Jó 17
Jó 18
1 Coríntios 1

Jó 15


1
Então respondeu Elifaz, o temanita:
2
Porventura responderá o sábio com ciência de vento? E encherá do vento oriental o seu ventre,
3
argüindo com palavras que de nada servem, ou com razões com que ele nada aproveita?
4
Na verdade tu destróis a reverência, e impedes a meditação diante de Deus.
5
Pois a tua iniqüidade ensina a tua boca, e escolhes a língua dos astutos.
6
A tua própria boca te condena, e não eu e os teus lábios testificam contra ti.
7
És tu o primeiro homem que nasceu? Ou foste dado à luz antes dos outeiros?
8
Ou ouviste o secreto conselho de Deus? E a ti só reservas a sabedoria?
9
Que sabes tu, que nós não saibamos que entendes, que não haja em nós?
10
Conosco estão os encanecidos e idosos, mais idosos do que teu pai.
11
Porventura fazes pouco caso das consolações de Deus, ou da palavra que te trata benignamente?
12
Por que te arrebata o teu coração, e por que flamejam os teus olhos,
13
de modo que voltas contra Deus o teu espírito, e deixas sair tais palavras da tua boca?
14
Que é o homem, para que seja puro? E o que nasce da mulher, para que fique justo?
15
Eis que Deus não confia nos seus santos, e nem o céu é puro aos seus olhos
16
quanto menos o homem abominável e corrupto, que bebe a iniqüidade como a água?
17
Escuta-me e to mostrarei contar-te-ei o que tenho visto
18
(o que os sábios têm anunciado e seus pais não o ocultaram
19
aos quais somente era dada a terra, não havendo estranho algum passado por entre eles)
20
Todos os dias passa o ímpio em angústia, sim, todos os anos que estão reservados para o opressor.
21
O sonido de terrores está nos seus ouvidos na prosperidade lhe sobrevém o assolador.
22
Ele não crê que tornará das trevas, mas que o espera a espada.
23
Anda vagueando em busca de pão, dizendo: Onde está? Bem sabe que o dia das trevas lhe está perto, à mão.
24
Amedrontam-no a angústia e a tribulação prevalecem contra ele, como um rei preparado para a peleja.
25
Porque estendeu a sua mão contra Deus, e contra o Todo-Poderoso se porta com soberba
26
arremete contra ele com dura cerviz, e com as saliências do seu escudo
27
porquanto cobriu o seu rosto com a sua gordura, e criou carne gorda nas ilhargas
28
e habitou em cidades assoladas, em casas em que ninguém deveria morar, que estavam a ponto de tornar-se em montões de ruínas
29
não se enriquecerá, nem subsistirá a sua fazenda, nem se estenderão pela terra as suas possessões.
30
Não escapará das trevas a chama do fogo secará os seus ramos, e ao sopro da boca de Deus desaparecerá.
31
Não confie na vaidade, enganando-se a si mesmo pois a vaidade será a sua recompensa.
32
Antes do seu dia se cumprirá, e o seu ramo não reverdecerá.
33
Sacudirá as suas uvas verdes, como a vide, e deixará cair a sua flor como a oliveira.
34
Pois a assembléia dos ímpios é estéril, e o fogo consumirá as tendas do suborno.
35
Concebem a malícia, e dão à luz a iniqüidade, e o seu coração prepara enganos.

topo

Jó 16


1
Então Jó respondeu, dizendo:
2
Tenho ouvido muitas coisas como essas todos vós sois consoladores molestos.
3
Não terão fim essas palavras de vento? Ou que é o que te provoca, para assim responderes?
4
Eu também poderia falar como vós falais, se vós estivésseis em meu lugar eu poderia amontoar palavras contra vós, e contra vós menear a minha cabeça
5
poderia fortalecer-vos com a minha boca, e a consolação dos meus lábios poderia mitigar a vossa dor.
6
Ainda que eu fale, a minha dor não se mitiga e embora me cale, qual é o meu alívio?
7
Mas agora, ó Deus, me deixaste exausto assolaste toda a minha companhia.
8
Tu me emagreceste, e isso constitui uma testemunha contra mim contra mim se levanta a minha magreza, e o meu rosto testifica contra mim.
9
Na sua ira ele me despedaçou, e me perseguiu rangeu os dentes contra mim o meu adversário aguça os seus olhos contra mim.
10
Os homens abrem contra mim a boca com desprezo me ferem nas faces, e contra mim se ajuntam à uma.
11
Deus me entrega ao ímpio, nas mãos dos iníquos me faz cair.
12
Descansado estava eu, e ele me quebrantou e pegou-me pelo pescoço, e me despedaçou colocou-me por seu alvo
13
cercam-me os seus flecheiros. Atravessa-me os rins, e não me poupa derrama o meu fel pela terra.
14
Quebranta-me com golpe sobre golpe arremete contra mim como um guerreiro.
15
Sobre a minha pele cosi saco, e deitei a minha glória no pó.
16
O meu rosto todo está inflamado de chorar, e há sombras escuras sobre as minhas pálpebras,
17
embora não haja violência nas minhas mãos, e seja pura a minha oração.
18
ó terra, não cubras o meu sangue, e não haja lugar em que seja abafado o meu clamor!
19
Eis que agora mesmo a minha testemunha está no céu, e o meu fiador nas alturas.
20
Os meus amigos zombam de mim mas os meus olhos se desfazem em lágrimas diante de Deus,
21
para que ele defenda o direito que o homem tem diante de Deus e o que o filho do homem tem perante, o seu próximo.
22
Pois quando houver decorrido poucos anos, eu seguirei o caminho por onde não tornarei.

topo

Jó 17


1
O meu espírito está quebrantado, os meus dias se extinguem, a sepultura me está preparada!
2
Deveras estou cercado de zombadores, e os meus olhos contemplam a sua provocação!
3
Dá-me, peço-te, um penhor, e sê o meu fiador para contigo quem mais há que me dê a mão?
4
Porque aos seus corações encobriste o entendimento, pelo que não os exaltarás.
5
Quem entrega os seus amigos como presa, os olhos de seus filhos desfalecerão.
6
Mas a mim me pôs por motejo dos povos tornei-me como aquele em cujo rosto se cospe.
7
De mágoa se escureceram os meus olhos, e todos os meus membros são como a sombra.
8
Os retos pasmam disso, e o inocente se levanta contra o ímpio.
9
Contudo o justo prossegue no seu caminho e o que tem mãos puras vai crescendo em força.
10
Mas tornai vós todos, e vinde, e sábio nenhum acharei entre vós.
11
Os meus dias passaram, malograram-se os meus propósitos, as aspirações do meu coração.
12
Trocam a noite em dia dizem que a luz está perto das trevas.
13
Se eu olhar o Seol como a minha casa, se nas trevas estender a minha cama,
14
se eu clamar à cova: Tu és meu pai e aos vermes: Vós sois minha mãe e minha irmã
15
onde está então a minha esperança? Sim, a minha esperança, quem a poderá ver?
16
Acaso descerá comigo até os ferrolhos do Seol? Descansaremos juntos no pó?

topo

Jó 18


1
Então respondeu Bildade, o suíta:
2
Até quando estareis à procura de palavras? considerai bem, e então falaremos.
3
Por que somos tratados como gado, e como estultos aos vossos olhos?
4
Oh tu, que te despedaças na tua ira, acaso por amor de ti será abandonada a terra, ou será a rocha removida do seu lugar?
5
Na verdade, a luz do ímpio se apagará, e não resplandecerá a chama do seu fogo.
6
A luz se escurecerá na sua tenda, e a lâmpada que está sobre ele se apagará.
7
Os seus passos firmes se estreitarão, e o seu próprio conselho o derribará.
8
Pois por seus próprios pés é ele lançado na rede, e pisa nos laços armados.
9
A armadilha o apanha pelo calcanhar, e o laço o prende
10
a corda do mesmo está-lhe escondida na terra, e uma armadilha na vereda.
11
Terrores o amedrontam de todos os lados, e de perto lhe perseguem os pés.
12
O seu vigor é diminuído pela fome, e a destruição está pronta ao seu lado.
13
São devorados os membros do seu corpo sim, o primogênito da morte devora os seus membros.
14
Arrancado da sua tenda, em que confiava, é levado ao rei dos terrores.
15
Na sua tenda habita o que não lhe pertence espalha-se enxofre sobre a sua habitação.
16
Por baixo se secam as suas raízes, e por cima são cortados os seus ramos.
17
A sua memória perece da terra, e pelas praças não tem nome.
18
É lançado da luz para as trevas, e afugentado do mundo.
19
Não tem filho nem neto entre o seu povo, e descendente nenhum lhe ficará nas moradas.
20
Do seu dia pasmam os do ocidente, assim como os do oriente ficam sobressaltados de horror.
21
Tais são, na verdade, as moradas do, ímpio, e tal é o lugar daquele que não conhece a Deus.

topo

1 Coríntios 1


1
Paulo, chamado para ser apóstolo de Jesus Cristo pela vontade de Deus, e o irmão Sóstenes,
2
à igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados para serem santos, com todos os que em todo lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso:
3
Graça seja convosco, e paz, da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
4
Sempre dou graças a Deus por vós, pela graça de Deus que vos foi dada em Cristo Jesus
5
porque em tudo fostes enriquecidos nele, em toda palavra e em todo o conhecimento,
6
assim como o testemunho de Cristo foi confirmado entre vós
7
de maneira que nenhum dom vos falta, enquanto aguardais a manifestação de nosso Senhor Jesus Cristo,
8
o qual também vos confirmará até o fim, para serdes irrepreensíveis no dia de nosso Senhor Jesus Cristo.
9
Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho Jesus Cristo nosso Senhor.
10
Rogo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que sejais concordes no falar, e que não haja dissensões entre vós antes sejais unidos no mesmo pensamento e no mesmo parecer.
11
Pois a respeito de vós, irmãos meus, fui informado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós.
12
Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo ou, Eu de Apolo ou Eu sou de Cefas ou, Eu de Cristo.
13
será que Cristo está dividido? foi Paulo crucificado por amor de vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?
14
Dou graças a Deus que a nenhum de vós batizei, senão a Crispo e a Gaio
15
para que ninguém diga que fostes batizados em meu nome.
16
É verdade, batizei também a família de Estéfanas, além destes, não sei se batizei algum outro.
17
Porque Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o evangelho não em sabedoria de palavras, para não se tornar vã a cruz de Cristo.
18
Porque a palavra da cruz é deveras loucura para os que perecem mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus.
19
porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, e aniquilarei a sabedoria o entendimento dos entendidos.
20
Onde está o sábio? Onde o escriba? Onde o questionador deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo?
21
Visto como na sabedoria de Deus o mundo pela sua sabedoria não conheceu a Deus, aprouve a Deus salvar pela loucura da pregação os que crêem.
22
Pois, enquanto os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria,
23
nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos,
24
mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus.
25
Porque a loucura de Deus é mais sábia que os homens e a fraqueza de Deus é mais forte que os homens.
26
Ora, vede, irmãos, a vossa vocação, que não são muitos os sábios segundo a carne, nem muitos os poderosos. nem muitos os nobres que são chamados.
27
Pelo contrário, Deus escolheu as coisas loucas do mundo para confundir os sábios e Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as fortes
28
e Deus escolheu as coisas ignóbeis do mundo, e as desprezadas, e as que não são, para reduzir a nada as que são
29
para que nenhum mortal se glorie na presença de Deus.
30
Mas vós sois dele, em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus sabedoria, e justiça, e santificação, e redenção
31
para que, como está escrito: Aquele que se gloria, glorie-se no Senhor.

topo
Participe da nossa comunidade
Facebook
Twitter